Chamada para Trabalhos N.º 1: Literatura-Mundo e a Circulação da Arte

2021-06-20

LITERATURA-MUNDO E A CIRCULAÇÃO DA ARTE

Prazo para o envio de propostas: 30 de Maio de 2022

Editores:
Amândio Reis (Universidade de Lisboa)
Stefano Evangelista (Oxford University)

A Compendium está a receber propostas de artigos para o número inaugural sobre Literatura-Mundo e a Circulação da Arte, do início do século XIX à contemporaneidade. Este dossier pretende acolher reflexões em torno da literatura-mundo enquanto fenómeno interartes, relacionando a esfera literária com outras dimensões da arte e da cultura, e desafiando os limites do texto e da interpretação.

Objectos artísticos e outros artefactos participam muitas vezes como mediadores na criação literária ou elementos associados a textos e livros, como acontece com o Convento de Mafra no Memorial do Convento, de José Saramago, ou com as fotografias impressas em Bruges-a-Morta, de George Rodenbach, e em Nadja, de André Breton, bem como em diversas obras de W.G. Sebald. Mas eles também podem afirmar a sua presença de maneiras distintas, enquanto: referências centrais (o retrato de Samuel Pozzi pintado por John Singer Sargent em O Homem do Casaco Vermelho, de Julian Barnes); fontes de inspiração (em The Matisse Stories, de A.S. Byatt); objectos de adaptação intermedial (o Caminho do Calvário, de Bruegel, no ensaio de Michael F. Gibson, The Mill and the Cross); ou construções ficcionais (o ídolo de bronze na Vénus d’Ille, de Prosper Mérimée, os quadros da narradora de Água Viva, de Clarice Lispector, ou os “objectos desconexos” de Leila Aboulela no conto “The Museum”).

Os autores de propostas para este dossier são convidados a explorar os muitos caminhos pelos quais obras de arte de todas as formas e todos os meios de representação circulam para lá dos seus pontos de origem, contribuindo, nesse processo, para a formação e a definição da literatura-mundo, bem como para o desenvolvimento de visões que ultrapassem os centros hegemónicos da nossa cultura e promovam a diversidade de perspectivas. Assim, encorajamos a que, nos seus contributos para este tema, os autores discutam a presença material ou fantasmática de artefactos e objectos de arte na literatura, bem como o papel da literatura-mundo na circulação internacional de determinadas correntes artísticas e expressões culturais.

Alguns dos tópicos a explorar neste número são:

  • o papel da intermedialidade na literatura comparada e na literatura-mundo;
  • o impacto da arte e da cultura material na circulação global da literatura;
  • esteticismo, exotismo e definições modernas de arte;
  • cosmopolitismos e regionalismos artísticos, do século XIX aos nossos dias;
  • arte, sexualidade e os géneros da literatura-mundo;
  • literatura-mundo e coleccionadores, connoisseurs e viajantes;
  • práticas da descrição em cinema, fotografia, ficção curta e poesia ecfrástica;
  • literatura-mundo e cultura visual: ilustração, adaptação, banda-desenhada;
  • rotas comerciais, imperiais e (pós-)coloniais na circulação da arte e da literatura.

São especialmente bem-vindas propostas que incidam sobre tópicos que ultrapassem as fronteiras do mundo ocidental, bem como propostas de doutorandos e investigadores em fase inicial de carreira. Os artigos apresentados podem ser escritos em português, inglês, espanhol ou francês, e devem ter entre 6.000 e 8.000 palavras, incluindo notas, referências, um resumo de 150 a 250 palavras e 4 a 6 palavras-chave. Os autores devem seguir as normas de formatação indicadas em Instruções para Autores. Os artigos serão acompanhados de um segundo documento contendo uma breve nota biográfica do/a autor(a), até 150 palavras. Submissão em linha: para efectuar o registo e apresentar um artigo para avaliação, siga a hiperligação Submissões, acessível na página de abertura da Compendium, até ao dia 30 de Maio de 2022.

Descarregue aqui uma versão em PDF da Chamada para Trabalhos.