Introdução

Humanidades Digitais e diversidade cultural: Aproximações críticas e comparativas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.51427/com.jcs.2022.0028

Palavras-chave:

Humanidades Digitais, Geopolítica do conhecimento, Diversidade cultural, Comparatismo, Património cultural

Biografias Autor

Santiago Pérez Isasi, Centro de Estudos Comparatistas, Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa

Santiago Pérez Isasi é Professor Auxiliar da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, e investigador do Centro de Estudos Comparatistas dessa mesma Faculdade, no qual é responsável pela Iniciativa CEComp-Humanidades Digitais. As suas áreas de investigação principais são os Estudos Ibéricos, a historiografia literária e as Humanidades Digitais. Foi entre 2018 e 2020 o IP do projecto Mapa Digital das Relações Literárias Ibéricas (1870-1930), e co-dirige o projecto IStReS – Iberian Studies Reference Site, junto com Esther Gimeno Ugalde, com quem também co-edita a International Journal of Iberian Studies.

Patricia Murrieta Flores, Lancaster University

Patricia Murrieta Flores é Catedrática em Humanidades Digitais e co-directora do Digital Humanities Centre em Lancaster University, UK. O seu interesse de investigação principal é a aplicação da tecnologia às Humanidades, e particularmente às Humanidades Espaciais. É IP do projecto Digging into Early Colonial Mexico: A large-scale computational analysis of 16th century historical sources, financiado pela Transatlantic Platform (T-AP), e colaboradora e co-directora de outros projectos financiados por ERC, ESRC, AHRC, HERA, ou do Paul Mellon Centre, entre outros. Editou e colaborou em numerosas publicações sobre Humanidades Digitais, património cultural, o uso dos GIS e outras tecnologias em Arqueologia, História e Literatura, e publicou também numerosos artigos sobre as teorias e metodologias associadas com os conceitos de espaço e lugar.

Referências

Debates in the Digital Humanities. URL https://dhdebates.gc.cuny.edu/ Acedido a 27 de Julho de 2023.

FIORMONTE, Domenico e Paolo SORDI (2019). “Humanidades digitais do sul e GAFAM. Para umageopolítica do conhecimento digital”. Liinc em Revista, 15 (1). DOI: https://doi.org/10.18617/liinc.v15i1.4730. Acedido a 27 de Julho de 2023.

HORVATH, Aliz (2021). “Enhancing Language Inclusivity in Digital Humanities: Towards Sensitivity and Multilingualism: Includes interviews with Erzsébet Tóth-Czifra and Cosima Wagner”. Modern Languages Open, 0 (1), pp. 1-21. DOI: http://doi.org/10.3828/mlo.v0i0.382 Acedido a 27 de Julho de 2023.

Humanidades Digitales en América Latina, Las (no prelo). Facultad de Artes y Humanidades de la Universidad de los Andes.

RAYNOR, Cecily (2021): “Embedding Multilingualism”. Journal of Cultural Analytics. Disponível em <https://culturalanalytics.org/post/1157-embedding-multilingualism>. Acedido a 27 de Julho de 2023.

SNEHA, P. P. (2016): Mapping Digital Humanities in India. CIS Papers.

SPENCE, Paul e Renata BRANDÃO (2021). “Towards Language Sensitivity and Diversity in the Digital Humanities”, Digital Studies / Le champ numérique, 11 (1), pp. 1-29. DOI: https://doi.org/10.16995/dscn.8098 Acedido a 27 de Julho de 2023.

Downloads

Publicado

2023-07-28

Como Citar

Pérez Isasi, S., e P. Murrieta Flores. «Introdução: Humanidades Digitais E Diversidade Cultural: Aproximações críticas E Comparativas». Compendium: Journal of Comparative Studies | Revista De Estudos Comparatistas, n. 3, Julho de 2023, pp. 4-9, doi:10.51427/com.jcs.2022.0028.